sexta-feira, 30 de abril de 2010


ERRANDO O ALVO


Porque Jesus vem sendo tirado sutilmente, do centro da fé?
Porque, na maioria das vezes, as pessoas estão aceitando passivas, esta situação que se agrava à medida que o tempo vai passando?
Porque estamos assistindo ações tresloucadas em nome do Evangelho, aonde a Palavra vem sendo enxertada de inverdades absurdas?
Acredito que a falta de conhecimento sobre a natureza da Palavra de Deus e o entendimento sobre o que Jesus significa no cenário da Salvação são dois dos maiores motivos. Existe um ditado que diz assim: “cabeça é feita para pensar e não para ter pensamentos”. Por isso mesmo, vejo gente andando num labirinto da religiosidade, manipuladas de todas as formas, tendo apenas o ponto de partida e nunca o de chegada.

Em primeiro lugar, qual é a natureza da Palavra de Deus? Se lermos com atenção e cuidado o Salmo 119 é possível ver que o conceito sobre a Palavra de Deus se divide, neste texto em oito expressões de significados profundos, observemos: lei, testemunho, mandamento, juízo, estatutos, preceitos, logos e rhema. Somando as vezes que estas palavras aparecem neste Salmo, chega-se a 176, que é o número da quantidade de versículos que compõem este texto, coincidência? Claro que não! Por que o conjunto destes oito conceitos define qual é a natureza da Palavra.
É importante ver a intenção do salmista em nos falar algo de forma muito insistente. Como se ele estivesse tentando chamar nossa atenção, quem sabe, para o perigo, de não entendermos sobre qual é esta natureza e assim criarmos para nós uma religiãozinha particular, sem sentido... Usando a Bíblia apenas como base ou justificativa pessoal e assim, poder dar um nome a igreja para se identificar no mercado das religiões, depois abrir uma porta, colocar uma placa, criar um manual de instruções, crachá... em seguida, eleger um superintendente, depois criar meia dúzia de cargos e finalmente envelope padronizado para levantarem fundos. Muito trabalho, engenhocas, invencionices; mas, tudo isto não leva ninguém a lugar nenhum e somente seus idealizadores, oportunistas, saem “lucrando”.
No NT, a Palavra de Deus é definida como Semente. Basta ver a Parábola do Semeador em Lucas 8:11, dizendo claramente, que a Palavra que é também a Semente, em Mateus 13:19 é também a Palavra do Reino. Veja agora a explicação de Jesus sobre esta parábola. São duas situações, primeiro a semente e o semeador, na realidade são um só, se tornam íntimos, não podem de forma alguma ser separados. O semeador é antes de tudo o homem que recebeu a boa semente (Mateus 13:38). Preste atenção agora: a semente a ser semeada neste mundo é este homem que tem em seu conteúdo de vida com Cristo, a Palavra como semente. Então os discípulos de Jesus, homens perdoados, transformados pela obra do calvário, são semeados na terra, contendo dentro de si mesmos a Palavra como semente. Sendo, a partir de então, habitação de Deus, se tornando a verdadeira Casa de Deus, onde habita o Espírito Santo, fazendo deste homem, repito a própria semente do Criador semeada no mundo e dentro de si contendo a Palavra como Semente.
Enfim a natureza da Palavra é lei, testemunho, mandamento, juízo, estatutos, preceitos, logos e rhema (estudaremos cada uma destas expressões no momento oportuno), principalmente, no salmo 119. E no Novo Testamento como a Semente sendo a Palavra e o homem que tem esta semente como semeado por Deus na terra.

Em segundo lugar, o que Jesus significa no cenário da redenção? Os Templos, que são insistentemente chamados de “Casa de Deus”, estão abarrotados de gente, que buscam somente prosperidade, terapias para sair do desencalhe sentimental, destruição de alguma suposta feitiçaria, e por aí vai toda esta neurose, que tem adoecido mais pessoas do que imaginamos. É neste labirinto, que as pessoas estão andando, porque só consegue conceber Jesus como aquele do milagre. Ele faz milagre? Sim, os Evangelhos falam sobre isto, e é maravilhoso. Devemos buscar o sobrenatural? Sim, mas têm muitas coisas que são no mínimo, “bizarrices evangélicas”, crendices... Neste momento, chamo a sua atenção: O que Jesus fez naquele tempo, Ele está fazendo hoje, mas tenho certeza que não há nenhum compromisso do Senhor, com gente espertalhona e velhaca que age no meio do povo em nome Dele, sem ser Dele. Mas, o que importa muito neste tempo é aprender que quem é de Deus de verdade se torna a própria Semente de Deus semeada neste mundo. Contendo dentro de si a semente da Palavra. Tendo entendimento sobre a natureza da mesma conforme o salmo 119.
Precisamos ir além dos milagres e perceber quem é Jesus após sua subida ao céu conforme o livro de Atos. Passamos então, a meditar também, com muito temor, em Apocalipse capítulos 4 e 5. Então vejamos: A palavra Trono aparece pelo menos 18 vezes, João recebe permissão para ver a sala do trono no palácio celestial e seus olhos caem primeiro sobre o trono do Rei, do tipo que eram usados pelos juizes e reis quando presidiam. Não podemos esquecer jamais que Jesus foi primeiro entronizado na terra, depois na Igreja, tornando-a seu corpo, em seguida foi entronizado no céu e o será na nova criação (Milênio). Ele só pode ser por tanto, o Rei de todos os reis que reinam e julgam toda terra. O cenário é impressionante, Ele, Jesus, agora, reinando, soberano, coroado de magestade, no centro do universo, no centro da vida. Estes dois capítulos mostram magestade, santidade (não a das placas de instituições religiosas), julgamento, misericórdia, poder e glória, divino, adoração, exaltação, palavra como decreto sobre o destino da humanidade, enfim, leia pelo menos dez vezes e veja como está agora o Senhor Jesus.
É necessário dar um novo significado a nossa vida, viver o agora, mas conceber o que está por vir, enxergar além, porque não podemos levar na brincadeira estas verdades e nem usar o nome de Jesus como amuleto barato apenas, para satisfazer nossas vaidades pessoais. Este texto nos mostra a grandeza do Rei. Podemos afirmar que Jesus semeava a Palavra e a si mesmo, como Semente, nos corações dos homens. Não devemos viver, tendo em mente apenas o Jesus dos Milagres, pois conhecemos seus atos quando aqui esteve e o Evangelho nos mostra. Mas devemos prosseguir entendendo que quando unimos tudo que Ele fez, segundo os Evangelhos, com Senhor de agora, do hoje, segundo Apocalipse 4 e 5, nos resta parar, ajoelhar, arrepender, se alinhar e servir nada mais, nada menos, do que ao Rei do Universo. Aquele com quem um dia estaremos para sempre. Por isto, volto ao salmo 119 nos versículos 1, 9, 17, 25, 33, 34 leia (veja os clamores destas palavras na direção da busca do entendimento), façamos um devocional com estes textos, veja o anseio deste salmista. Da mesma forma com Apocalipse 4 e 5, pense e creia mesmo, nestas revelações de João. Mas não se esqueça: este entendimento só pode ser real se você está no Caminho do Evangelho. Muita gente está nos caminhos da campanha, do pastor, bispo, ou superintendente, do reverendo, cargo ou comissão, outros no caminho das “igrejas”, alguns na estrada do nada... Mas, temos que estar é na Vereda do Evangelho, quem nele está é Semente de Deus, contendo dentro de si a Palavra como Semente. E está semeado no mundo como filho de Deus, entendendo Jesus como o Rei do Universo e servindo somente a Ele como Único Senhor.

Penso que devemos ter sempre temor e cuidado. Precisamos procurar entender a Palavra, concebe-lá em nós, de verdade. Gastar tempo com ela, considerar sua profundidade e grandeza, aprender a cada dia. Em relação a Jesus Cristo, ter sempre a certeza de que seu Nome é Santo, não podemos sair por aí fazendo e dizendo tudo o que vem na cabeça e afirmando que é “em Nome Dele”. Porque muitos que agem assim, estão expondo o Nome de Jesus em coisas que não Lhe pertence, que não provem Dele e que nunca foram permitidas por Ele. Afinal, Jesus (Apocalipse 4 e 5) é alguém que muita gente ainda não conhece e, por isso, usam Seu Nome de uma forma profana, em invenções e loucuras de origem na própria natureza humana, enganando e sendo enganados.
Vamos parar e pensar nos curvando diante do Rei e mudando os rumos.
Paz.
Moacir Morais

4 comentários:

martins111 disse...

Visitei o teu blog e gostei. Retribua a visita e diga qual impressão que teve do meu. Se gostar poderemos até fazer uma parceria. Um grande abraço de João Joaquim Martins. http://martins211.blogspot.com/

Frank disse...

Boa noite, meu irmão!

Parabéns pelo trabalho. Encontrei seu blog "por acso" e gostei muito do vi. Realmente precisamos refletir sobre a natureza e missão da igreja. Temos observado o crescimento gingantesco do evangelho em nosso país, mas infelizmente não podemos os sinais do Reino.

Precisamos orar, buscar irmãos que estão preocupados com a missão integral, compartilhar experiências e continuar caminhando.

Em nossa cidade (Itaguaí-RJ) temos também um trabalho nesse sentido (www.blogpalavradopastor.blogspot.com).

Grande abraço
Grande abraço

DianaNeves disse...

Atraves do Blog Palavra do PASTOR, achei o seu, e gostei da mensagem "Errando o Alvo"
nós temos visto o crescimento da igreja, e não vemos mudança na sociedade, não vemos sinais do reino,pelo contrario vemos pessoas sendo enganadas, pessoas desesperadas por Deus,e não econtram Deus na igreja e eu acho que a igreja devria ser uma amostra do "Reino de Deus". As pessoas estão criando um deus, estão pregando um Deus que nao é o Deus da biblia, o deus que eles estao pregando é um deus que eu posso negociar com ele, que posso barganhar, logo tiram a soberania dEle. As pessoas estão sem direção, estão sem discipulado, ovelhas sem pastor... não podemos deixar isso acontecer, precisamos voltar para Palavra de Deus, orar pedir a ELE que nos conduza conforme o que Ele diz na sua Palavra e nos livra da tentação de viver segundo facilidades, pq é muito mais facil eu pegar um texto fora do contexto e levar para o povo ouvir, falereii coisas que todos gostam de ouvir e nao é isso que Deus nos diz na sua palavra.
Precisamos estar com o coração quebrantado diante daquilo que Deus tem nos falado.
Bom saber, bom encontrar pessoas que ainda acreditam no Cristianismo em que Deus é o Cerne de todas as coisas. Deus abençoe sua vida.
fica na paz.

Roberto Ferreira Campos disse...

que Bom que Você tem acertado o seu alvo de vida e de servo, pois muitos tem errado o alvo procurando tantas coisas percebemos que muitos tem perdido a razão de viver, preisamos acertar o alvo ele é Jesus e darmos ouvido ao Espirito santo que fala nos orienta e nos consola.uma abraço fraternal, visite o blog da comunidadebatistavida-mg.blogspot.com.br pr. Roberto